Vila Galé Douro Vineyards abre portas a 1 de Abril

Numa primeira fase, este agroturismo contará com apenas sete quartos, restaurante, piscina exterior e adega.

O Vila Galé, que detém 23 hotéis em Portugal e nove no Brasil, anunciou a abertura a 1 de Abril, em soft opening, do Vila Galé Douro Vineyards, em Armamar, um investimento de 10 milhões de euros.

Numa primeira fase, este agroturismo contará com apenas sete quartos, restaurante, piscina exterior e adega. A unidade fica na centenária Quinta do Val Moreira, onde o grupo vai lançar-se na produção de vinhos do Douro. Actualmente, a Vila Galé já produz vinhos e azeites em Beja, Alentejo, sob a designação Santa Vitória. O alargamento do projecto acontecerá em 2020, com o número de quartos a crescer para 49.

Para celebrar as características desta unidade, que terá uma forte componente enoturística, o Vila Galé Douro Vineyards vai ter ter exposta uma obra  de Saimir Strati, um artista plástico premiado com dez recordes mundiais do Guinness. Haverá um mural de 1,80m por 1,60m dedicado ao Douro Vinhateiro, produzido com cerca de sete mil rolhas de cortiça. A obra será elaborada ao vivo pelo artista neste fim-de-semana, durante a terceira edição do evento Vinhos em Cena, que decorre a 23 e 24 de Março, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, para promover o encontro entre o vinho e a arte.

Esta iniciativa contará ainda com a participação da enóloga dos Vinhos Santa Vitória, Patrícia Peixoto, que fará uma prova comentada no Sábado, 23 de Março, pelas 16 horas. Às 18 horas, entra em cena Bernardo Cabral, também enólogo da Santa Vitória, para uma conversa sobre vinhos com Vasco d’Avillez e Rui Veloso.

As novidades

Recorde-se que o grupo liderado por Jorge Rebelo de Almeida tem investidos cerca de 40 milhões de euros na abertura de quatro novas unidades em Portugal.

Também em Abril, deverá ser inaugurado o Vila Galé de Elvas, concretizando-se o primeiro projecto no âmbito do programa Revive, onde foram encaixados mais de oito milhões de euros.

Prevê, ainda, que o Vila Galé da Serra da Estrela esteja concluído no último trimestre deste ano, com um investimento a rondar os 10 milhões de euros.  A aposta estende-se ainda ao Vila Galé Alter Real, em Alter do Chão, com abertura prevista para finais do ano, num investimento de oito milhões de euros.

No estrangeiro, o grupo continua focado no Brasil e há dois projectos a avançar. Na estreia em São Paulo, em 2020, foram investidos 80 milhões de reais, enquanto na região de Una, o investimento ronda os 150 milhões de reais num resort all inclusive (tudo incluído) com 500 quartos, com abertura prevista para o ano seguinte.

No entanto,o administrador do Vila Galé, Gonçalo Rebelo de Almeida, adiantou recentemente à Lusa que “vai analisar” o concurso do Revive Internacional, cujo acordo foi assinado a semana passada. “Vamos analisar para ver o que é que nos pode interessar das roças de São Tomé”, disse.

Este plano de expansão implica a criação de 170 empregos no mercado nacional e 350 no brasileiro.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas
Automonitor
Belos e furiosos: 25 modelos para entender os anos 80 e 90