Três novos espaços na Alemanha para descobrir neste verão

Hamburgo: um novo ícone chamado Elbphilharmonie
Mesmo antes de inaugurar, em janeiro, já era um novo ícone desta cidade portuária que em 2011 foi eleita Capital Verde da Europa.

O edifício foi criado pelos famosos Arquitetos Herzog & de Meuron, possui um miradouro de onde é possível apreciar a cidade e o Rio Elba e um hotel de cinco estrelas, o Westin Hamburg – além, claro, de salas de espetáculos por onde têm passado muitos artistas de renome internacional, quer da música clássica quer da world music (por exemplo, a portuguesa Mariza atua a 15 de abril).


Barberini: novo palácio-museu vizinho de Berlim
A cerca de 30 minutos de Berlim, Potsdam integra a lista da UNESCO do Património Mundial. Desde finais de janeiro tem um novo atrativo: o Palácio Barberini.
No século XVIII já recebia eventos culturais. Destruído durante a II Guerra Mundial, foi reconstruído e acolhe agora um museu com obras de artistas da antiga República Democrática Alemã e clássicos da arte moderna colecionados por Hasso Plattner, cofundador da empresa de software SAP.
As primeiras exposições, que decorrem até 28 de maio, são Impressionism: The Art of Landscape (inclui obras de Monet e Renoir, por exemplo) e Modern Art Classics: Liebermann, Munch, Nolde, Kandinsky.


Munique: primeiro museu de Arte Urbana no país
MUCA, Museu de arte urbana e contemporânea – o primeiro na Alemanha – inaugurou há três meses em Munique, um dos principais destinos turísticos do país.

Paralelamente, até 3 de setembro, acontece uma mostra de arte urbana na cidade, que conta com a participação de 40 reconhecidos artistas e até o famoso Bansky cedeu algumas das suas obras.

Saiba mais aqui.

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
Marcas deverão despedir 80 mil pessoas nos próximos anos