“Templários em Portugal” da historiadora Paula Pinto Costa

A Ordem do Templo existiu durante quase duzentos anos (1119/20 – 1312), mas a curiosidade sobre esta e os seus cavaleiros atravessou séculos.

Homens de religião e de guerra, aliavam à vida de oração a arte militar, em particular a guerra defensiva com o propósito de proteger os lugares sagrados da Terra Santa e os peregrinos vindos das mais longínquas terras europeias.

Apoiados pelo Papa e pelas principais monarquias da época, estes freires cavaleiros, na sua maioria, ganharam respeito e prestígio e viram recompensada a sua bravura militar, com a concessão de propriedades e benesses que levaram a um poder crescente da Ordem.

Paula Pinto Costa, historiadora e professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, traz-nos uma investigação apurada sobre a presença dos Templários em Portugal.

Para além das imagens estereotipadas, das lendas e dos mitos, este livro traça a história desta ordem da Idade Média desde a sua fundação até ao processo de desacreditação e ao seu desaparecimento abrupto no início do século XIV.

Paula Pinto Costa é professora do Departamento de História e de Estudos Políticos e Internacionais da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Tem dedicado o seu trabalho de investigação à história medieval, sendo especialista em ordens religioso-militares, área científica em que é autora de quase uma centena de estudos, entre livros e artigos publicados em Portugal e no estrangeiro.

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
Marcas deverão despedir 80 mil pessoas nos próximos anos