Saiba por que deve prolongar a sua estadia na região Centro

A campanha StayOver Fátima-Tomar apela aos portugueses para ficarem, pelo menos, duas noites no Centro do país. E oferece experiências.

O Médio Tejo vai oferecer experiências aos turistas que prolonguem a estadia naquela região, sem que paguem mais por isso. A regra é simples: as reservas devem corresponder a, pelo menos, duas noites.

Este é o apelo do StayOver Fátima-Tomar, uma campanha da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) que pretende promover o Centro e reforçar a coesão territorial. Arrancou a 15 de Abril e conta, para já, com 100 parceiros, entre eles 56 unidades de alojamento e cerca de 30 empresas de animação turística.

“O Centro é uma região que tem património, boa gastronomia, natureza, aventura e lazer. É uma pérola ainda por descobrir”, disse Anabela Gaspar de Freitas, presidente da CIMT, esta terça-feira, na apresentação do programa.

De acordo com a responsável, mais do que atrair turistas, esta é uma campanha que visa “fixar população no território, criar novos postos de trabalho e dar a conhecer a região”. “Pretendemos diminuir as assimetrias e que os fluxos turísticos que entram por Fátima e Tomar possam ser direccionados para o resto do território”, frisou ainda.

Também Nuno Lopes, da IDTOUR, empresa à frente do projecto, chamou a atenção para um problema de fixação de pessoas. “Actualmente, Fátima e Tomar representam 85% da procura”, apontou, salientando que o programa “foge dos lugares-comuns”.

Como funciona?

Os turistas devem reservar alojamento directamente com as unidades parceiras nos 13 concelhos que compõe a CIMT – Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha. Para que o StayOver seja activado, o cliente deve solicitar expressamente a adesão à campanha, válida até 15 de Setembro.

Após a reserva, é enviado ao cliente os dados de registo para entrar na plataforma e descarregar o seu StayOver Card para usufruir das entradas gratuitas e descontos em museus, monumentos, centros de interpretação e eventos. Por casa euro pago pela reserva de alojamento são gerados 18 pontos. É o operador que define o número de pontos a cobrar pela experiência e os hoteleiros aderentes têm que assumir a despesa.

As experiências nos diferentes municípios podem estar relacionadas com gastronomia, saúde e bem-estar, aventura, história e cultura, espiritual, de natureza ou entretenimento. Destinadas a casais e famílias com crianças, incluem desde uma descida em kayak de Constância ao Caltelo de Almourol a visitas guiadas pelas pegadas de dinossauros na Serra de Aire, às Grutas da Moeda e ao Castelo de Porto de Mós.

A promoção do Stayover conta com o co-financiamento do programa Portugal 2020, mais especificamente pelo Centro 2020, e tem como parceiros a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, o Turismo de Portugal e a Turismo Centro de Portugal.

Por Ana Rita Rebelo

*Título actualizado às 10:30 de 08.05

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O Natal da Meo rima com Apple TV
Automonitor
Novo VW ID. Space Vizzion tem 560 km de autonomia