Sofitel Lisbon Liberdade entre Paris e Lisboa

Posicionando-se como um dos melhores 5 estrelas da capital portuguesa, o Sofitel Lisbon Liberdade não nega as influências parisienses, ou não fosse ele membro da francesa Accor.

Ganhou a sua quinta estrela há cerca de dois anos, sendo que para tal teve que responder positivamente a um conjunto de cerca de 200 requisitos, incluindo infra-estrutura, equipamento, serviço e recepção. Hoje o Sofitel Lisbon Avenida é reconhecido como um dos melhores hotéis lisboetas, com uma taxa de ocupação acima da média, em especial com  turistas oriundos de França, China, Angola e Brasil.

E isso mesmo reflecte-se no ambiente cosmopolita que por lá se respira. Chegámos num sábado com a incumbência de ficar a conhecer uma das novidades da unidade, as suas renovadas suites e saímos num domingo rendidos aos conforto e comodidade por elas proporcionados.

Dona de uma vida agitada, a Avenida da Liberdade tem vindo a adquirir um aura de best place in town, seja durante o dia quando as lojas das griffes internacionais apelam ao consumo com classe, seja no decurso da noite, altura em que os diversos espaços culturais que a ladeiam se enchem de gente que vem assistir a eventos de grande qualidade, passado depois pelos muitos e simpáticos quiosques que noite dentro animam a artéria. Mas, essa agitação fica lá fora, pois uma vez no interior do Sofitel tranquilidade é o que se sente, servida com doses de simpatia. Há quem faça o check-in, há quem converse animadamente no bar Intra-Muros apreciando um aperitivo, e há ainda quem solicite informações sobre os best spots em Lisboa. Sempre de sorriso no rosto, o staff do hotel todos ajuda e a todos satisfaz os desejos e solicitações.

Os espaços comuns do hotel, decorados pelos designers de interiores Marc Hertrich e Nicolas Adnet, possuem uma atmosfera que nos transporta para um mundo onde vivem em harmonia a arte de viver à francesa e a tradição portuguesa. Atentemos na selecção de cores: vermelho a lembrar o Vinho do Porto, o dourado a relembrar o ouro dos Descobrimentos e o castanho da madeira, material nobre de que é feito todo o mobiliário. Mas, comodidade não é só apanágio dos espaços comuns do hotel, é-o também nos quartos, onde apenas mudam as cores, já que para esses espaços os acima referidos designers de interiores optaram pelos tons de beige, castanho e preto, apesar do vermelho se manter com uma presença marcante.

No Sofitel Lisbon Liberdade encontramos 163 quartos, incluindo 86 quartos superiores, 56 quartos de luxo, oito júnior suites, três prestige suites e uma ópera suite. Todos os aposentos estão equipados com camas «MyBed» onde os corpos descansam profundamente, pois o conforto proporcionado por estas camas exclusivas é sublime e total. Nas paredes obras com silhuetas a vermelho e preto da autoria da artista Manuela Gouveia trazem a cada aposento um certo toque de modernidade.

Nas novas suites o conforto é total, podemos estar em família a conversar sem que demos conta que estamos na mais movimentada artéria da capital portuguesa. A tranquilidade só tem equiparação no serviço, simpático, eficiente e de qualidade, atento às necessidades dos hóspedes, independentemente da sua faixa etária.

Uma referência às suites ópera e prestige, de cujas varandas-terraço se alcança uma espectacular paisagem sobre a cidade, sobre o Castelo de São Jorge, o Marquês de Pombal e o rio Tejo.

Refeições requintadas

Virado para a Avenida da Liberdade, com enormes janelas sobre ela abertas, o restaurante do hotel dá pelo nome de AdLib. Nosso conhecido de outras estadias, notámos que a qualidade se mantém, mas notámos também uma evolução na apresentação e uma crescente melhoria do serviço. Hoje o AdLib é um restaurante de um 5 estrelas onde nada é deixado ao sabor do acaso, mas antes tudo surge pensado com cuidado e esmero para que nada falhe e ninguém saia desgostoso com a experiência.

Harmoniosa fusão entre a cozinha francesa e a melhor gastronomia portuguesa pelas mãos de um alemão…confuso? Até podia ser, mas no caso do AdLib podemos apelidar de casamento perfeito. Daniel Schlaipfer, o «chef» que veio da Baviera, é o responsável pelas iguarias servidas no AdLib. Simpático e com sentido de humor consegue transmitir nos pratos que apresenta um pouco do mundo por onde andou, entre a Alemanha e a Suíça, com paragens em Espanha e Portugal, onde decidiu ficar por razões do coração. É num ambiente cosmopolita e moderno que as harmonizações cuidadosamente pensadas pelo «chef» são servidas. Cada uma das iguarias que vão chegando à mesa transportam aquele toque de elegância tão característico da cozinha francesa, combinado com a melhor cultura e tradição gastronómica portuguesa.

Texto Sandra M. Pinto

Fotos Luís Pissarro

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas
Automonitor
Belos e furiosos: 25 modelos para entender os anos 80 e 90