Scandinavian Surface: A elegância vinda do frio

Conheça a empresa de design vinda do frio norueguês

Antigas estudantes da Faculdade Nacional de Arte de Bergen, Ann-Tove Engenes, Kristine Dybwad, Katrine Nylund e Åsne Midtgarden são as designers responsáveis por um dos maiores casos de sucesso vindos do norte da Europa, a Scandinavian Surface.

Fundada em 2004, a empresa, localizada em Bergen, na Noruega, nasceu devido ao crescente interesse demonstrado pelas suas fundadoras em trabalhar mais aprofundadamente o design aplicado à decoração de interiores. Para tal optaram por estabelecer uma plataforma a partir de onde pudessem implementar as suas ideias e opções decorativas.

Escolheram a actual localização onde encontraram as condições perfeitas para desenvolver o seu trabalho. Encontram inspiração nas montanhas, nos fiordes, na geografia dramática do litoral, na chuva constante e na raridade do sol. Antes de darem início a cada projecto fotografam e estudam as formas e as cores da natureza as quais aplicam em cada peça, seja ela uma cadeira, uma mesa ou o famoso papel de parede.

Este é, aliás, um dos pontos fortes da marca, que prima pela diferença dos padrões e pela qualidade dos materiais que utiliza. A natureza norueguesa está ali muito presente, frequentemente adivinham-se os contornos de um alce ou a imponência de uma águia.

Considerando o papel de parede uma peça cada vez mais em voga no universo do design de interiores, a Scandinavian Surface tem vindo a apostar na sua modernização e divulgação. Através das suas inúmeras e variadas propostas criam espaços que comunicam, que interagem com os seus utilizadores, espaços que vivem.

Scandinavian Surface significa harmonia e vigor. Defensoras de um design dinâmico, as suas fundadoras têm como objectivo transformar os espaços, transformando simultaneamente a vida de quem os utiliza.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Marcas sem marca ganham força em 2020
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel