Ozadi Tavira vence Prémio Fomento de las Artes y del Diseñon de Arquitectura

Entre 175 candidaturas de obras ibéricas, o hotel foi distinguido pelo arrojado projecto de recuperação assinado pelo gabinete do arquitecto Pedro Campos Costa.

A avaliação do júri realça a inteligência e sensibilidade com que foi feita a renovação do hotel destacando os valores da construção original. «O nosso objectivo foi o da busca do equilíbrio entre o existente e o contemporâneo. O edifício foi desenhado nos anos 70 e tem características que me interessou manter e que influenciou o desenho dos novos elementos», explica Pedro Campos Costa.

Construído em 1970, foi durante mais de quatro décadas conhecido como Eurotel de Tavira. Contudo, após o processo de renovação levado a cabo entre 2013 e 2014, renasceu enquanto Ozadi Heart & Soul Tavira Hotel. Uma unidade detentora de quatro estrelas, actualmente com 77 quartos e suites disponíveis, dois restaurantes e uma elegante piscina exterior.

Os jurados dos prémios FAD consideram que o «projecto encontra o seu clímax na reformulação do piso de acesso e de uma nova área de piscina com um pavilhão para cafeteria e vestiários». Aqui, pode-se ler, «a complexidade geométrica, espacial e construtiva do pavilhão (…) submete naturalmente ao desejo da arquitectura para criar, com imaginação e frescura, um ambiente agradável e diferentes fluxos espaciais, conseguindo concretizar uma configuração acolhedora em que a arquitectura acompanha e se torna bem-estar».

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Spotify reinventa (com humor) clássicos da música
Automonitor
Club MX-5 Portugal numa aventura pelos Vinhos do Alentejo