Marina Bay Sands, no topo de Singapura

Localizada na extremidade sul da península da Malásia, Singapura é uma zona geograficamente de grande importância estratégica. Nas última décadas a sua importância turística tem sido crescente o que fica de facto bastante espelhado nas excelentes unidades hoteleiras que alberga. Um das mais recentes, e igualmente mais arrojada é o Marina Bay Sands.

 

É, muito provavelmente, uma das mais atraentes metópoles asiáticas. A seu favor tem algum exotismo, mas um contemporaneidade que não deixa ninguém indiferente: ou se gosta…ou não! Mas a verdade é que Singapura é uma cidade asiática diferente (no género somente Tóquio) onde a qualidade de vida é evidente e a modernidade anda de mãos dadas com a preservação do ambiente, a edução e o máximo respeito pelos outros. Ali, lei é lei, e é para se cumprir. nada de deitar papéis no chão, atravessar fora da passadeira ou fumar onde, efectivamente, é proibido. Quanto ao resto é mesmo aproveitar tudo o que ela tem para nos dar, turistas ávidos de a conhecer. Das muitas e boas unidades hoteleiras que ali foram abrindo portas, a nossa escolha recaiu sobre o ainda recente Marina Bay Sands, um hotel diferente e impressionante.

Com a cabeça nas nuvens

Inaugurado em 2010 (apesar de inicialmente a sua conclusão ter estado prevista para 2009), o Marina Bay Sands além de acolher um hotel alberga também um casino, ou não tivesse sido um projecto financiado por uma das principais empresas ligadas ao jogo de Singapura, a Las Vegas Sands que o concebeu parceria com o reconhecido arquitecto Moshe Safdie.

Ainda antes de ser inaugurado, com um concerto da cantora norte-americana Diana Ross, o hotel já era famoso, primeiro porque tendo custado mais de quatro biliões de dólares passou a ser o hotel mais caro do mundo (lugar antes ocupado pelo Burj Al Arab, no Dubai que custou dois biliões) e segundo porque possui uma das mais impressionantes piscinas infinity pois está localizada no topo do edifício…55 pisos acima do solo!

Composto por 2560 aposentos, entre quartos e suites, cujo custo médio/dia ascende aos 450 euros, o hotel acolhe ainda um opulento casino, uma praça exterior, um centro de convenções, um teatro e um museu em forma de flor de lótus, factores que contribuem, e muito, para a sua boa fama.

Quem o admira ao longe gaba-lhe as formas elegantes e destaca-lhe a silhueta com ares de barco onde no topo das três torres se encontra um Sky Park. A estranha forma rapidamente tem explicação quando somos informados que o arquitecto Moshe Safdie para o conceber se inspirou num baralho de cartas e nas diferentes formas que com ele se conseguem obter!

Mais do que um hotel o Marina Bay Sands é uma experiência, única certamente. Veja-se, por exemplo, o canal de água existente no seu interior onde os visitantes (hóspedes ou não) podem passear a bordo de um tradicional barco sampan ou de embarcações chinesas do século XVII, ou o jardim apelidado de Floresta Nascente que localizado a 83 metros de altura e criado pelo artista Chongbin Zhenge acolhe enormes plantas. Mas o espanto por parte de quem acede ao interior do resort não termina aqui, pois os donos convidaram cinco conhecidos artistas plásticos para que criassem em exclusivo para o Marina Bay Sands um conjunto de obras de arte que se integrassem de forma perfeita nos edifícios que o compõem. As ordens foram cumpridas à regra pelo que entre elas podemos ver uma enorme escultura de 40 metros da autoria de Antony Gormley concebida com mais de 16 mil hastes de aço.

Relaxar…no ar   

Não estranhe pois não vai fazer nenhum desporto radical nem malabarismo, antes falamos sobre o Banyan Tree Spa do Marina Bay Sands que localizado 50 pisos acima do solo deixa os visitantes a relaxar literalmente no ar. A vista, essa é algo de maravilhoso, pois lá em baixo sente-se o pulsar de uma cidade agitada e inquieta com um horizonte rasgado poe impressionantes edifícios, obras primas de uma arquitectura moderna e cativante. Cá dentro não há inquietação nem ruídos, tudo se resume a paz e tranquilidade. Os tratamentos fazem o resto…trazem o bem-estar que tanto precisamos através da utilização de um número de produtos feitos à base de matérias primas naturais com efeitos benéficos para a saúde. Cada massagem ou tratamento é uma experiência transcendente que começa com um chá e uma massagem aos pés. Depois, bom depois deixe-se ir e limite-se a sentir…no fim relaxe e retome a si na sala de relaxamento com a convicção de que nada será igual, pois a sua mente e o seu corpo estão holísticamente prontos para receber o melhor do mundo!

Mais experiências…gastronómicas

São muitos os restaurantes de marina Bay Sands optámos por dar a conhecer alguns que nos parecem sem dúvida dos melhores de Singapura. assim, impossível não visitar o Sky on 57, o qual apresenta uma reinterpretação moderna da cozinha franco asiática. Tal como o nome indica, o restaurante está situado no 57.º piso de uma das torres. No interior dos eus 12 mil metros2 os visitantes encontra, um ambiente sofisticado, mas simultaneamente muito acolhedor.

No piso do casino fica a nossa segunda sugestão, o restaurante Waku Ghin. Um dos melhores restaurantes japoneses tem à frente o chef Tetsuya que criou um exclusivo menu de degustação composto por 10 pratos com recurso a ingredientes de excelência.

Por Sandra M. Pinto

 

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O Natal da Meo rima com Apple TV
Automonitor
Novo VW ID. Space Vizzion tem 560 km de autonomia