Mandarin Oriental Wangfujing deixe-se guiar pelos sentidos

Pequim ganhou um novo motivo de visita e veio trocar as voltas a quem pensava já ter visto de tudo no mundo da hotelaria. O grupo Mandarim Oriental fez a sua estreia número um na China com um projecto ambicioso até ao mais ínfimo detalhe.

Texto Ana Rita Rebelo

O paraíso pode muito bem ser o novo e tão aguardado Mandarin Oriental Wangfujing, o primeiro hotel com o selo do grupo Mandarin Oriental a abrir na irresistível Pequim. A poucos minutos do palácio imperial chinês, no edifício do grande centro comercial WF Central, esta unidade pretende elevar a fasquia do conceito de hospedagem e justificar, por si só, uma visita ao Oriente, aliando luxo, elegância e tradição.
Num ambiente cinco estrelas, as paredes deste boutique hotel ainda cheiram a novo. Os 73 quartos e suítes, a maioria com vistas desafogadas para a Cidade Proibida, foram decorados pelo atelier Hirsch Bedner and Associates em tons esverdeados e terracota que estão em perfeita sintonia com os espaços comuns. Com dimensões generosas e iluminação farta, cumprem à letra a arte de nos fazer sentir em casa com todas as comodidades para o relaxamento que se impõe.

O confronto entre o contemporâneo e o tradicional está implícito em todos os recantos. Cada detalhe foi milimetricamente pensado para recriar o ambiente chinês de outros tempos. Mas há também vários toques de contemporaneidade que valem a pena observar com vivida atenção: ecrãs plasma, secadores Dyson e até chuveiros com efeito de “chuva” que nos fazem sentir num mini spa privado.

Quem não abdica de uma filosofia “mente sã em corpo são” em tempos de férias vai, certamente, passar a vida no spa de luxo deste hotel, o ponto de partida para uma viagem de absoluto relaxamento da qual não apetece regressar.

Imagine-se deitado numa marquesa a receber uma massagem ao som de uma flauta pan. Stress é uma palavra que não entra neste espaço. Decidir-se entre uma piscina coberta com 25 metros, tratamentos de beleza e bem-estar ou outros mimos será a sua única preocupação.
Entre os espaços, incluem-se quatro suítes de tratamento temático (três individuais e outra para casais), cada uma com um nome diferente (Mirror, Flower, Water e Moon), um ginásio com equipamentos de última geração, sauna e um salão de chá com muito para aproveitar.

Deixe-se guiar pelos sentidos
Para quem não quiser dormir, fazer uma refeição no Mandarin Oriental Wangfujing é uma experiência de qualidade que não pode mesmo falhar. Há dois restaurantes e um rooftop bar- todos eles com acesso directo a um terraço com jardim e paisagens de perder de vista.
O Café Zi disponibiliza um serviço fora de série e uma cozinha à lá carte competente que nos transporta para uma jornada gastronómica pela Ásia. Desde o Pad Thai da Tailândia, passando pelo Nasi Goreng da Indonésia, sem esquecer o arroz de frango Hainanese, originário da Singapura.

Ao almoço, os hóspedes podem ainda optar por uma variedade de pratos de Dim-sum – típicos bolinhos chineses cozinhados a vapor e servidos em cestos de bambu – pensados pelo chef Wong Wing-Keung, agraciado com uma estrela Michelan e considerado um dos melhores de Hong Kong na sua área.

Para palatos mais requintados, o Mandarim Grill + Bar foi projectado pelo designer romeno Adam Tihany e eleva os clássicos a protagonistas, proporcionando uma experiência memorável. Grelhados e mariscos são dois dos destaques do cardápio – digno de deixar água na boca. Inclui também uma sala (Wangfu Room), com capacidade para acomodar até 12 pessoas, que funciona como uma opção mais discreta para festas particulares ou encontros de negócios.

Já no MO Bar, o forte são os refrescantes coktails, enquanto a animação fica a cargo de conhecidos DJ’s internacionais

Espaço de negócios
A 45 minutos de carro do aeroporto internacional de Pequim, este hotel afigura-se também como uma excelente opção para os milhares que viajam a negócios até à frenética cidade monumental. Além dos aposentos, há duas salas para reuniões e eventos que dão especial utilidade ao local.

Cadeia hoteleira de enorme prestígio, o Mandarin Oriental detém actualmente 33 hotéis e seis apartamentos em 23 países. Para celebrar a abertura do Mandarim Oriental Wangfujing, está em vigor uma promoção, válida até 18 de Junho deste ano, que inclui um crédito para ser utilizado em gastos diários na unidade.

Vestígios do passado
Aproveite a sua estadia para conhecer alguns dos atractivos cliché da cidade, repleta de contrastes, assim como mitos e lendas que não deixam esquecer um passado milenar riquíssimo.

A escassos metros do Mandarin Oriental Wangfujing ergue-se a Praça da Paz Celestial, epicentro de Pequim. É lá que estão grande parte das atracções turísticas do longínquo Oriente de que ouvimos falar.

Não deixe também de visitar a Cidade Proibida. E com a Muralha da China ali tão perto, não há desculpa para não conhecer uma das “Sete Maravilhas do Mundo”.

 

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Marcas sem marca ganham força em 2020
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel