Mais de oito mil pessoas já assinaram petição contra museu do Estado Novo

Há planos para instalar o museu na Escola Cantina Salazar, um edifício contíguo à casa onde António de Oliveira Salazar viveu.

Cerca de 8200 pessoas já assinaram uma petição pública para impedir a instalação de um museu sobre a ditadura do Estado Novo e o seu líder, António Oliveira Salazar, em Santa Comba Dão. A petição é uma carta aberta ao primeiro-ministro António Costa.

O antigo líder sindical Carvalho da Silva, o analista político Pedro Adão e Silva, a escritora Maria Teresa Horta, o antigo reitor da Universidade de Lisboa José Barata Moura e o cantor de intervenção Francisco Fanhais estão entre os subscritores da petição “Museu de Salazar, não!“, posta a circular na Internet há dois dias e meio.

«Longe de visar esclarecer a população e sobretudo as jovens gerações», seria «um instrumento ao serviço do branqueamento do regime fascista (1926 – 1974) e um centro de romagem para os saudosistas do regime derrubado com o 25 de Abril», lê-se no documento.

Fonte: Forever Young. Mais notícias em https://foreveryoung.sapo.pt/

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
«Esperamos que o consumidor comece a valorizar os conteúdos pagos»
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado