Jumby Bay, sereno encantamento

Antígua acolhe um resort excepcional, que recebe quem chega com uma receita infalível de 50 por cento de hospitalidade e 49 por cento de tranquilidade. O um por cento que falta pertence à magia, mas essa é culpa da própria ilha.

Fugir; é isso, o desafio é fugir rumo ao paraíso… ou seja, rumo a um dos muitos paraísos que povoam o nosso mundo. Este fica em Antígua, a maravilhosa ilha caribenha, metade do país Antígua e Barbuda, que com apenas 280 km2 surge como um dos destinos mais do que perfeitos para férias. Nela vamos encontrar Saint John’s, a maior cidade e capital do país, onde moram 24 mil dos 68 mil habitantes da ilha. É ali que se localiza o aeroporto internacional que serve a ilha e onde também nós aterrámos vindos de Londres e depois de oito horas de viagem. À nossa espera estava um transfere do resort, o que muito nos agradou pois o cansaço fazia-se sentir afincadamente. Mas este não seria o último meio de transporte que usaríamos até chegar ao resort, pois para lá chegar só de… barco!

Promovido publicitariamente como um espaço de serenidade, o resort surgia como o shangri-lá de conforto e paz que procurávamos… nem que fosse apenas para os sete dias seguintes. E assim se concretizou.

A chegada 

Situado a poucas milhas da costa da ilha, Jumby Bay é um resort exclusivo rodeado de uma maravilhosa natureza que se concretiza perante os nossos olhares espantados num cenário natural de sonho. As palmeiras, imponentes e símbolo de qualquer paraíso que se preze, dão as boas-vindas, sendo que quando descobrimos as três, sim, três praias de areia branca ficámos rendidos e aí, efectivamente, tivemos a noção de ter colocado os pés no tão desejado shangri-lá. Deixámos para trás avião, carro e barco, assim como a rotina e a civilização tal como a conhecemos, e abraçámos o dolce fare niente como se não houvesse amanhã, ou seja, com empenho e entrega!

Como já aflorámos, o resort é apenas acessível através de barco, facto que lhe atribui ainda maior exclusividade. Conhecido internacionalmente como um retiro de luxo, o resort oferece um serviço de classe e distinção e uma das provas disso é o facto de ter recebido o AAA Five-Diamond Award 2012.

Envolvido por uma paisagem estonteante, o resort está localizado num spot que além de muito belo é historicamente importante na vida de Antígua, pois foi ali que Cristóvão Colombo atracou e foi ali que os primeiros escravos do país ganharam a sua emancipação. Mas esta é uma terra de gente livre que desde sempre cultiva a arte de viver bem, mesmo quando ainda era um território privado. O free spirit que fez desta uma terra feliz mantém-se em Jumby Bay, onde os dias passam languidamente entre mergulhos no mar e na piscina, tratamentos no spa e experiências gastronómicas de referência.

Os aposentos

Além do nosso, o resort acolhe mais 39 aposentos, separados entre quartos, suites e villas, estas espalhadas ao longo de um terço da pequena ilha onde se encontra o Jumby Bay, e onde a sensação de se estar num refúgio privado, escondido do mundo, é fortíssima.

Cada suite é um oásis de luxuosa ociosidade decorado com um elegante bom gosto. Materiais nativos das ilhas circundantes são ali reinventados de uma forma singular, fazendo com que cada quarto surja diferente na decoração mas similar no conforto e na beleza. Desde o mobiliário, aos atoalhados, passando pelas amenities Lady Primrose, tudo foi pensado ao pormenor para oferecer o máximo luxo. Nós só temos de agradecer tanto cuidado pois durante a estada tudo se revela e descobre perfeito… quem tem vontade de ir embora? Nós não…

Mais especificamente, os aposentos dividem-se em quartos rondavel, rondavel suites de um quarto, beachside courtyard suite, pool suite e rosewood state suite. Entre eles separa-os o tamanho, a decoração e a existência ou não de terraço e piscina privada, mas mantém-se a comodidade e a tranquilidade, além do extremo bom gosto do design de interiores.

Muito mais do que simples praia

A imagem de um postal ilustrado perfeito é o que nos lembra a visão da areia de um branco imaculado, banhada por um mar azul-turquesa a perder de vista. Pois, é assim a praia de Jumby Bay onde o mar das Caraíbas nos molha os pés com a sua temperatura amena e tranquilidade. Ao longo da areia, as espreguiçadeiras apelam a momentos da mais pura descontração enquanto se descansa entre mergulhos, se lê um livro, se olha o mar ou, simplesmente, não se faz nada. Nem precisamos de ir até ao hotel para comer ou beber, pois o bar da praia oferece tudo o que precisamos. Instalado num bungalow tradicional, meio caminho entre a água e o início do resort, é o epicentro da vida casual de Jumby Bay. Podemo-nos dirigir até lá para comodamente degustar algo, mas se não tivermos vontade sequer de andar os poucos metros que separam a espreguiçadeira do bar, há quem venha até nós para satisfazer todas as nossas solicitações e desejos, onde se incluem refeições leves, água fresca ou deliciosos cocktails de frutas frescas.

Mas se for como nós e apreciar acima de tudo a sua privacidade, então não se fique por esta praia e avance até Pasture Bay Beach, a praia mais isolada de Jumby bay. Isolada qb e preservada cem por cento, é território das tartarugas-de-pente. Também esta praia possui um bar para o essencial, como toalhas novas e água fresca. Impossível resistir quando já no resort fomos informados de que era possível fazer ali um piquenique! Não pensámos duas vezes e no dia seguinte foi o programa escolhido. À nossa espera, à saída para a praia, tínhamos um cesto com um conjunto de iguarias, como salmão, salada de tomate, bolinhos de amêndoas e uma garrafa de champanhe. Apetitoso, certo? Mas outras opções são colocadas aos hóspedes, que podem selecionar o que lhes agradar do menu disponível.

Há sempre quem não aprecie muito a praia ou prefira variar no ambiente, nessa altura o melhor é mesmo ficar pela piscina, ou melhor, pelas piscinas já que são várias as que se encontram à disposição dos visitantes, como a Verandah Pool e a Oceanfront Infinity Pool. Também ali vão encontrar um serviço de excelência, um staff simpático e, não resistimos, uma carta de deliciosos gelados e sorvetes.

Dia em que não apetece usufruir dos benefícios do sol, é dia de spa, e o do Jumby Bay é extremamente apelativo. Localizado num cenário belíssimo, é dono de uma extrema elegância. Invadido pela brisa do mar das Caraíbas, as suas instalações recebem visitantes desejosos de momentos de fuga, que ali ganham forma em tratamentos e terapias que beneficiam o corpo, dando novo alento à alma.

À mesa

Comecemos pelo The Estate House, o principal espaço gastronómico do resort. Decorado de acordo com um estilo colonial espanhol, este restaurante oferece uma vista maravilhosa sobre o mar das Caraíbas, estando rodeado por hibiscos e orquídeas selvagens, que lhe dão um aroma fabuloso e quase celestial. A antiga casa colonial onde o restaurante está instalado, datada de 1830, foi em tempos a zona principal da plantação de açúcar da ilha. Hoje acolhe alguma da melhor gastronomia desta zona do planeta, com predominância para as iguarias de inspiração mediterrânica. Depois há The Verandah, que muito mais do que um restaurante-bar é o espaço de eleição do resort, muito devido ao ambiente fabuloso de partilha e comunhão que ali se sente. Na verdade, ali existem um restaurante e um bar, como já lhe contámos, mas também uma boutique e uma zona lounge. No espaço de refeições, pleno de estilo sem ser pretensioso, vão desfilando inúmeras iguarias a qualquer hora do dia, pois o restaurante está aberto para o pequeno-almoço, almoço e jantar. Por último, calcemos as havaianas e partamos à descoberta do Pool Grille and Bar, que tal como o nome indica, espera por nós à beira da piscina com uma fantástica selecção de grelhados. http://www.rosewoodhotels.com/en/jumbybay/

St. John’s

Se tiver tempo, faça como nós e não deixe de visitar St. Jonh’s. Capital e maior cidade do território, oferece um sem número de espaços que pode visitar, tal como o Museum of Antigua and Barbuda, várias igrejas, mercados tradicionais e jardins. Com uma selecção de espaços gastronómicos, em St. John’s podem-se degustar os pratos mais tradicionais da região, com óbvio destaque para o marisco e peixe fresco. Claro que as frutas tropicais também ocupam um lugar de destaque na cozinha da ilha.

Por Sandra M. Pinto

 

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O Natal da Meo rima com Apple TV
Automonitor
Novo VW ID. Space Vizzion tem 560 km de autonomia