Hotel Saint Andrews, o melhor do Brasil só para si

Fica no Gramado chama-se Saint Andrews e já foi eleito o melhor hotel de luxo do Brasil pelo Guia Quatro Rodas.

O Brasil tem locais dignos de uma visita demorada. Espaços que nos surpreendem e nos deixam com, não raras vezes, vontade de regressar. O Gramado é assim, um destino singular dentro do destino exótico e único que é o Brasil. Conhecido como a terra gaúcha, onde a boa carne pontua como o melhor da gastronomia da região, o Gramado esconde um dos mais bem guardados segredos da terra do português com açúcar, aquele que foi recentemente classificado como o melhor hotel brasileiro e que dá pelo nome de Saint Andrews.

Muito mais do que requinte…

…pura sofisticação é o que vamos encontrar no Saint Andrews. Ao nível da arquitectura da unidade hoteleira, os seus responsáveis foram beber grande parte da inspiração à região escocesa de Saint Andrews (morada de um dos mais famosos campos de golfe de todo o mundo) e aos inúmeros castelos que por lá existem e que dão a toda a zona uma aura de tempos antigos…o resultado é simplesmente maravilhoso, assim como maravilhosa é a arquitectura da unidade que nos trouxe numa viagem até ao Gramado.

São 1,7 mil m2 de puro esplendor que abriram ao público em Dezembro de 2010. De lá para cá o hotel tem trilhado um caminho de sucessos consecutivos e reconhecimento, tanto dentro do Brasil como por parte de quem, vindo da Europa ou de países vizinhos, nele descobre um espaço talhado para a excelência. Isso mesmo foi cimentado com a sua eleição como Melhor Hotel de Luxo no Brasil para o ano de 2012 pelo prestigiado guia internacional “Quatro Rodas”.

Um castelo brasileiro

A ideia partiu do empresário Guilherme Paulus (proprietário da unidade), que desafiou José Eduardo Guinle, antigo proprietário do lendário e prestigiado Copacabana Palace, do Rio de Janeiro, a embarcar na aventura de criar uma unidade de luxo numa das mais belas regiões brasileiras. A experiência e savoir-faire de José Eduardo Guinle no universo da alta hotelaria de luxo foi determinante na sua escolha para ficar à frente dos desígnios daquele que constitui o primeiro investimento em hotelaria de Guilherme Paulus.

E, na verdade, a escolha não poderia ter sido melhor, pois além da experiência profissional, Guinle trouxe até ao hotel toda a sua riquíssima experiência pessoal, a qual veio dar um cunho muito particular a Saint Andrews,

Dono de uma vista absolutamente deslumbrante sobre o vale do Quilombo, o hotel é já considerado como um dos mais importantes ex-líbris do Gramado. Instalado numa área geográfica total de 10 mil m2, o Saint Andrews não é, literalmente, para todos, pois está reservado a 22 privilegiados hóspedes, o dobro do número de aposentos que por ali se encontram. No interior da unidade hoteleira um conjunto de serviços diferenciados e personalizados fazem de Saint Andrews um destino que privilegia o que de melhor a vida pode oferecer. Cada um dos espaços que o integram foram projectados e decorados para serem únicos e transmitissem uma experiência singular. Possuidores de uma atmosfera mágica, cada um complementa o outro, formando um todo memorável, e isto sente-se falemos nós da adega gourmet, do restaurante, da biblioteca, das saunas, da piscina climatizada ou de outros espaços.

Exclusividade? Sim, por favor!

Factor diferenciador, a exclusividade começa a sentir-se muito antes da realização do check-in pois na altura da efectivação da reserva a mesma já se presente, tendo continuidade na chegada ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, onde os hóspedes são esperados por um motorista que os conduzirá num automóvel topo de gama ao som de música clássica até ao hotel. À sua espera estará um mordomo com uma flûte de champanhe…não diga que não, aceite e entre no espirito de exclusividade de Saint Andrews.

Este é o primeiro contacto que leva os visitantes a acreditarem que efectivamente estão a aceder a um mundo único onde vão viver uma experiência surpreendente e inesquecível.

No caminho até ao aposento as cabeças não param de rodar enquanto os olhos procuram observar tudo à sua volta, pois é impossível não se deixar encantar com a riqueza da arquitectura e a imponência da decoração, aspectos da composição artística que inunda Saint Andrews. De referir que o responsável pela decoração do hotel foi Luiz Mori Neto.

Espaço a espaço

No hall de entrada deparamo-nos com um chão em mármore sendo que no tecto é um fabuloso candeeiro de cristal de 18 braços que nos ilumina. A verdade é que aqui nada nos faz lembrar um hall de hotel, pois nem a recepção nem o concierge se fazem notar em demasia. Apelidado de Living, e espaço comum contiguo ao hall é composto por uma sala de estar e por uma biblioteca. O ambiente que ali se sente apela ao relaxamento, sempre na companhia de uma vista maravilhosa para o vale envolvente. Dedicada aos prazeres da mesa, a sala de jantar, a qual pode acomodar até seis pessoas, proporciona o ambiente perfeito para um jantar intimo e recatado. Por seu turno, o restaurante alia à sofisticação do ambiente a melhor gastronomia da responsabilidade da chef Marina Fontes, que surpreende com um conjunto de sugestões oriundas da gastronomia mediterrânica. O destaques vão direitinhos para a garoupa grelhada com aspargos, minitomates confit, beurre blanc de limão siciliano e marmelada de cebolas, o carré de cordeiro grelhado servido com couscous marroquino ao curry com tâmaras, damascos e ervas com molho au jus e pesto de hortelã, e à sobremesa, o Molten de chocolate 70 por cento cacau servido com sorvete irish cream e Crumble de pêssegos com sorvete de avelãs. Na decoração sobressaem os veludos e os tapetes exclusivos, os quais se enquadram de forma harmoniosa com os restantes objectos. Complementado pelo gazebo vizinho, este é um dos espaços mais acolhedores do hotel. Os outros são os aposentos, os quais vos desafiamos a vir agora conhecer…

Cada um dos aposentos do hotel surge como um recanto de paz onde os hóspedes aproveitam para descansar e repor energias. Ao todo são 11 as suites do Saint Andrews, que decoradas de formas distintas oferecem ambientes inspirados no seu nome. Assim, por exemplo, a suite Diamante surge toda em tons de bege e castanho, a suite Jade toda decorada em prata e verde-água, a suite Onix, que surge em preto e prata ou a Topázio em tons de amarelo, dourado e cor-de-rosa.

Comum a todas, o equipamento de ponta, como a televisão LED, o home teather da marca B&W, o mini Macintosh, os cristais, as casas de banho em mármore e, claro, o serviço de mordomo exclusivo.

Outros mimos…

O Saint Andrews possui uma padaria! Surpreendente não lhe parece? A nós também, mas ficámos fãs. Instalada no gazebo exterior, é do forno a lenha lá instalado que sai o pão servido no hotel. Feitos com recurso a farinha orgânica, os mais variados tipo de pão fazem as delícias de todos, sendo que até o próprio hóspede pode arriscar a fazer o seu pão preferido. Mas as surpresas não ficam por aqui, pois o hotel possui uma adega gourmet, onde, tal como em todo o hotel, vamos descobrir um conceito e um serviço inovador e personalizado. Além dos excelentes vinhos que ali se encontram acondicionados (239 rótulos diferentes e capacidade para mais de 1,2 mil garrafas), os visitantes podem degustar uma refeição concebida de acordo com o vinho por eles selecionados, para que a experiência seja efectivamente completa e única. Para que tudo corra bem, o hotel contratou o sommelier Gustavo Bertollucci que tendo já trabalhado no restaurante Pearl trouxe toda a sua experiência até ao Saint Andrews.

Um dos mimos mais apreciados dá pelo nome de Menu Saint Andrews e consiste num conjunto de serviços de estética que proporcionam diferentes tratamentos corporais e faciais. Simultanemente, existe ainda a opção Rituais Day SPA, tratamentos que combinam massagens terapêuticas com os benefícios dos banhos de imersão.

 À descoberta do Gramado

Fora do conforto do hotel, é a cidade do Gramado que chama por nós. Não perca tempo e parta à descoberta da cidade colonizada por italianos e alemães, uma influência que se reflete especialmente na culinária e na arquitectura. Considerado como o maior pólo turístico do Rio Grande do Sul, acolhe exuberantes riquezas naturais e testemunhos arquitectónicos de referência, como o Mirante Vale do Quilombo, o lago Negro, o lago Joaquina Bier, o pórtico de entrada via Taquara, o pórtico de entrada via Nova Petrópolis, o Mini Mundo, a Cascata Véu de Noiva, a Aldeia do Papai Noel, no Parque Knorr, o Palácio dos Festivais, a Praça das Bandeiras, a rua Madre Verónica (rua coberta), a praça Major Nicoletti, a igreja São Pedro, o centro de cultura, o Museu dos Festivais de Cinema, igreja luterana, fábricas de chocolate, Museu de Cera Dreamland, inaugurado em Dezembro de 2009, entre outros.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O Natal da Meo rima com Apple TV
Automonitor
Novo VW ID. Space Vizzion tem 560 km de autonomia