Gosta de “casais chatos” durante as férias? Pois, metade dos portugueses também não

Fumadores, despedidas de solteiro, crianças rebeldes ou até grupos de idosos, fazem parte daqueles que se preferem evitar.

De acordo com dados recolhidos pela Jetcost, mais da metade (55%) dos portugueses não suporta casais chatos. Os típicos chatos que não param de falar e as crianças indisciplinadas estão entre aqueles que se tentam evitar.

Este é resultado de uma sondagem que integra um estudo sobre as experiências dos europeus durante as suas férias, o qual foi realizado com 3500 pessoas com mais de 18 anos de idade que estiveram de férias pelo menos duas vezes nos últimos três anos.

Inicialmente foi perguntado a todos os entrevistados com quem eles preferiam ir de férias e a maioria respondeu, com a família mais chegada (casal e filhos) 39%. 25% preferiam ir só com o(a) parceiro(a), sem filhos, enquanto 16% com um grupo de amigos, 11% respondeu desejar ir com todos os familiares possíveis e, finalmente 9%, o grupo menor, respondeu preferir ir sozinho.

Foi perguntado a todos os entrevistados se eles gostavam de conhecer outras pessoas quando estavam de férias ou preferiam ficar sozinhos, ao que a grande maioria, 69% disseram que gostavam de conhecer outras pessoas, sejam eles compatriotas ou estrangeiros e apenas 22% respondeu que estavam bem como estavam e não queriam conhecer ninguém. 13% disse que conhecer alguém ou não “dependia de, com quem estivesse de férias”.

Os participantes foram também questionados sobre quais as pessoas ou grupos que preferiam não encontrar nas suas férias, sendo estas as respostas mais comuns:

1. Casais chatos – 55%.
2. Típico papagaio que não pára de falar – 40%.
3. Fumadores – 36%.
4. Namoradeiros -33%.
5. Crianças indisciplinadas – 24%.
6. Despedidas de solteiro – 16%.
7. Grupos de idosos – 12%.

A maioria dos entrevistados (52%) que afirmou considerar os “casais chatos” como os piores das companhias, disse que “estavam de férias para relaxar e ficar sozinhos e não queriam ter um encontro duplo com outro casal, enquanto outros, 24%, disseram achar desconfortáveis as “demonstrações públicas de carinho desses casais”. Finalmente, mais de um terço, 35%, admitiram que inventaram desculpas para não passar tempo com outro casal.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nova Kinda de Oeiras tem um corredor infinito e um Design Studio
Automonitor
Cepsa Black Week começa esta sexta-feira