Fairmont The Palm, no tronco da Palmeira

A unidade da cadeia hoteleira Fairmont abriu portas no tronco da “Palmeira”, no Dubai. No seu interior, o Fairmont The Palm desvenda um mundo de luxo e requinte digno das Mil e Uma Noites.

A Palm Jumeirah é a mais pequena das três ilhas que formam a Palm Islands, arquipélago artificial em forma de palmeira construído no Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e que constitui o maior complexo de ilhas artificiais criadas pelo Homem. Edificada sob forma de palmeira, a ilha consiste em três partes: um tronco, uma coroa com 17 copas e uma barreira para proteção das ondas. Apresentando um design moderno, mas que não renega a herança árabe, o complexo oferece imponentes panorâmicas sobre o golfo Pérsico, enquanto no interior disponibiliza acomodações de luxo. Distando cerca de oito quilómetros da Marina do Dubai, o hotel oferece serviço de transfere gratuito para o impressionante mundo das compras que é o centro comercial Mall of the Emirates.

Aposentos de luxo

Chegar ao Fairmont Palm é aceder a um universo à parte, onde a beleza convive com a excelência e as duas se completam com a qualidade. Do edifício ressalva a sua arquitectura de forte influência árabe, com evidente destaque para o lobby, onde nos deslumbramos com uma harmoniosa opção decorativa que alia o mais contemporâneo design com evidentes influências árabes “mashrabyia”. Os olhos não despegam da vista panorâmica oferecida pela enorme janela que rasga a parede do chão ao tecto e como poderiam despegar se, do lado de lá do vidro, é o apelo do mar que chega através das águas do golfo Pérsico.

Cada um dos 381 aposentos do hotel surpreende pela decoração, toda ela em tons quentes que apelam aos sentidos, e também pela tecnologia que ali está instalada com vista a proporcionar um conforto ainda maior aos hóspedes. Cativantes, as amplas varandas destes nichos de luxo apelam a instantes de tranquilidade e relaxamento, enquanto o Sol se põe no horizonte sobre as águas do golfo. No serviço destaca-se o mordomo destacado para cada aposento, que tem como prioridade nas suas tarefas diárias resolver todas as questões e desejos dos hóspedes. É de luxo que falamos!

Entre a gastronomia e o vinho

Vamos juntar ambos e, num fim de tarde, degustá-los comodamente sentados no elegante bar do hotel. Ali, onde o tempo parece parar, os minutos escorregam calmamente entre dois dedos de conversa. Da carta que nos é apresentada saltam à vista as tapas e os pratos de marisco. Aromáticos e bem confeccionados, acompanham na perfeição um dos inúmeros vinhos que habitam a garrafeira da unidade. Mas as sugestões gastronómicas do hotel não se ficam por aqui, pois muito mais há para descobrir. No Flow Kitchen pode ser apreciada uma variedade eclética de pratos, desde um pequeno-almoço mais casual, passando por um almoço buffet até um sofisticado jantar à la carte. Considerado por muitos como a jóia da coroa no que a restaurantes diz respeito, o Frevo é o único restaurante da cidade que serve autênticas especialidades brasileiras, com óbvio destaque para o churrasco, sempre na companhia da caipirinha e do animado samba. No Bã Restaurant o ambiente de extrema elegância propicia a que se deguste sugestões gastronómicas oriundas de oito regiões distintas da China, todas preparadas por uma equipa de chefes de topo e que surgem na mesa dos visitantes como verdadeiras obras-de-arte gastronómicas. Os amantes de peixe e marisco não podem deixar de experimentar as iguarias do Seagrill on 25° Restaurant & Lounge. Para momentos animados é sugerida uma visita ao Bã Lounge, onde um DJ anima os fins de tarde e início de noite, enquanto os cocktails acompanham a cadência da música.

Em trabalho

A verdade é que o Dubai é hoje um destino “corporate” e de negócios cada vez mais importante, algo que o hotel não descurou, pois encontra-se equipado com um centro de conferências e reuniões com três mil metros quadrados. A mais avançada tecnologia é ali colocada ao serviço das necessidades dos clientes, sendo que a referida área acolhe um salão nobre (capacidade máxima para 600 pessoas), destinado a recepções ou mesmo casamentos, e sete salas mais pequenas com vista à realização de conferências de imprensa, reuniões de incentivos, entre outras. A tudo isto junta-se um pátio ao ar livre e um terraço com capacidade para acolher até 400 pessoas, bem como uma zona ao ar livre com vista para o golfo Pérsico, perfeita para banquetes, e um business centre.

Vamos ao spa

São 1600 metros quadrados de bem-estar e tranquilidade que nos são oferecidos de bandeja assim que entramos no Willow Stream Spa do Fairmont Palm. Nas suas 13 salas de tratamento são aplicadas inúmeras terapias holísticas destinadas a beneficiar corpo e mente, com vista ao equilíbrio de cada pessoa. Indo beber inspiração aos antigos ensinamentos ayurvédicos, a spa alia filosofia, energia e essência, tendo como cenário a areia da praia e as águas do golfo. O resultado não podia ser melhor, pois a harmonia alcança-se, o corpo regenera-se e a mente tranquiliza-se. Que mais se pode pedir de um spa? Claro que a tudo isto juntam-se as saunas, os banhos turcos e a fonte de água. Os mais atléticos encontram no fitness center os meios certos para gastar energias e tonificarem o corpo. Fora de portas, a oferta do hotel inclui 800 metros de praia privada, com cabanas e serviço de mordomo, clube de crianças, desportos aquáticos não motorizados, como vela ou caiaque.

Por Sandra M. Pinto

 

 

 

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nova Kinda de Oeiras tem um corredor infinito e um Design Studio
Automonitor
Cepsa Black Week começa esta sexta-feira