easyJet desiste de oferta pela Alitalia

São agora dois os interessados em comprar a companhia aérea italiana Alitalia, que declarou insolvência em 2017.

A easyJet retirou a sua oferta de resgate da companhia aérea italiana Alitalia, detida em 49% pela Etihad Airways, avançam os meios especializados. A transportadora sublinha, por outro lado, que continua “comprometida” com as operações em Itália, onde tem bases em Milão, Nápoles e Veneza.

No ano passado, a easyJet entrou na corrida pela compra da Alitalia, juntando-se, assim, à Delta Airlines e à empresa ferroviária Ferrovie dello Stato. “A easyJet submeteu ontem [dia 1 de Novembro] uma manifestação de interesse revista numa Alitalia reestruturada. Esta declaração, em resposta ao anúncio do interesse de venda por parte do novo governo italiano, vai de encontro à estratégia da easyJet, delineada para aquele país”, confirmou, na altura, fonte oficial da easyJet ao Dinheiro Vivo.

A irlandesa Ryanair, a alemã Lufthansa e a húngara Wizz Air chegaram a figurar entre os interessados pela Alitalia, mas abandonaram os planos.

A Alitalia declarou falência em 2017 por falta de liquidez. A estrutura acionista da transportadora italiana é composta pela companhia aérea Ethiad, dos Emiratos Árabes Unidos (49%), e por uma sociedade que detém os outros 51% do capital, que é dominada pelos bancos Intesa Sanpaolo (32,01%) e Unicredit (32,67%).

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nova Kinda de Oeiras tem um corredor infinito e um Design Studio
Automonitor
Cepsa Black Week começa esta sexta-feira