Dicas para se inspirar quando escrever sobre as suas viagens

Numa altura em que viajar não é de todo aconselhável, deixamos um desafio. Vamos escrever sobre as nossas viagens passadas. Aqui lhe deixamos algumas dicas.

1.Antes de escrever, observe!

Entre as várias coisas que motivam um viajante a escrever, tais como querer criar um diário, um blogue ou até mesmo um livro, tudo passa por aquilo que vemos, conhecemos, tocamos, cheiramos e sentimos. No fundo, as memórias visuais são o nosso principal recurso para conseguirmos criar textos envolventes.

Por isso, em cada viagem, tente absorver ao máximo aquilo que vê e faça um registo imediato dos melhores momentos, seja apontá-los num caderno que anda consigo ou fotografando-os.

No final, dedique-se a observar as palavras anotadas e as fotografias, e verá que se torna muito mais fácil escrever com fluidez e sentido. As melhores histórias surgem de onde menos de espera.

2.Seja honesto e sincero

É válido procurar inspiração em textos de outros viajantes, guias e folhetos turísticos ou recorrer ao Wikipédia, quando se trata de colmatar memórias visuais que não se tem ou relembrar alguma experiência que aconteceu há muito tempo. Porém, aquilo que vai diferenciar os seus textos, é serem um reflexo da sua perspetiva sobre o mundo e das experiências vividas.

Para conseguir textos originais, basta ser honesto na sua escrita e sincero nas palavras. Seja autêntico e o seu trabalho será reconhecido e admirado pelos melhores motivos.

3.Sinta-se bem no seu ambiente

Tão bom quanto escrever sobre as viagens que nos marcaram, é fazê-lo onde nos sintamos confortáveis em termos de ambiente, seja em casa ou num local público.

Se for o caso de levar isto da escrita mesmo a sério, digamos num contexto profissional, então trata-se simplesmente do seu local de trabalho. Ter uma boa cadeira, uma mesa organizada à sua maneira, um computador pronto a funcionar e música do seu gosto, são as ferramentas básicas.

Acima de tudo, faça por estar num espaço com o qual se identifica, livre de grandes distrações para que a inspiração surja naturalmente.

4.Dedique algum tempo à escrita

O tempo que vai dedicar à escrita vai depender do seu ritmo. Há quem goste de reservar um tempo específico para ir escrevendo ou quem opte por assentar as ideias de uma só vez, e escrever tudo de seguida.

Há quem goste de escrever pela manhã na companhia de uma boa chávena de café ou chá, e depois há quem prefira desfrutar do silêncio da noite. Há quem goste de escrever em sítios calmos e quem esteja habituado a escrever em cafés, rodeado de pessoas e de situações que são fontes de inspiração. O importante é respeitar o seu próprio ritmo para se dedicar de corpo e alma à escrita.

5.Explore os seus temas favoritos

Por fim, que mais dará prazer do que escrever sobre temas que são do seu interesse?

Por muito que, a nível profissional, seja importante ter abertura para se escrever sobre variados temas, ou mesmo que seja para registar as suas viagens a título particular, numa coisa temos de concordar: os melhores textos são aqueles que têm muito de nós e isso consegue-se quando escrevemos sobre aquilo de que mais gostamos na vida, certo?

Fonte: TopAtlantico

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...