Crescimento: a essência do turismo

Cativar quem nos visita é importante, mas mais importante é gerar neles a vontade de regressar, mostrando que temos um mundo de coisas para serem descobertas.

Sandra Pinto

Directora de redacção da Viagens & Resorts

Editorial publicado na edição de Junho/ Julho da revista Viagens & Resorts.

Com a saída da Troika e a chegada do Verão perspectivam-se no horizonte uns meses onde a esperança vai certamente ganhar forças. No âmbito do turismo, tal sentimento só terá expressão se concretizado num aumento seja ele de visitantes, de dormidas, de refeições, enfim, a palavra crucial será mesmo essa, crescimento.

Para já, e de acordo com o IPDT – Instituto de Turismo, o Verão de 2014 será mais positivo do que o de 2013. Assim o indiciam as conclusões da mais recente edição do Barómetro da Academia de Turismo (BAT), de acordo com a qual para 76,7 por cento dos inquiridos, “Sol e Mar” se assume como o produto que poderá ter um maior impacto nos resultados do turismo nacional, em relação ao Verão do ano passado. Simultaneamente, a relação preço/ qualidade surge como a característica principal para comunicar internacionalmente Portugal como destino turístico, característica aliada da praia, da gastronomia e da segurança. Levando em atenção tais indicativos, Portugal deve, claramente, apostar na diferenciação e em nichos de mercado que podem fazer a diferença ao nível da melhoria da competitividade do país como destino turístico.

Com o nível de confiança no desempenho do sector turístico nos 74 por cento, valor mais alto desde Março de 2010, devem os players focar-se em fomentar um crescimento da oferta de serviços variados e alavancados em áreas específicas, caso do turismo religioso. Esta é um área à qual o Turismo de Portugal resolveu dar mais atenção com o recente lançamento dos roteiros turísticos Caminhos Marianos e Caminhos de Santiago, reconhecendo este como um dos produtos que pode contribuir para um aumento dos fluxos turísticos em períodos que não coincidem com a época alta, atraindo visitantes de mercados não tradicionais.

Cativar quem nos visita é importante, mas mais importante é gerar neles a vontade de regressar, mostrando que temos um mundo de coisas para serem descobertas. A essência do turismo reside no crescimento, sustentado e equilibrado, mas crescimento alavancado na demonstração das nossas mais intrínsecas capacidades e características. É este objectivo que nos deve mover. É o seu alcance que nos deve guiar.

Agora, saboreie cada página da edição que tem nas mãos e viaje connosco. Em Agosto regressamos com mais ideias e sugestões.

sandra.pinto@viagenseresorts.pt

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Filtro 3D permite experimentar maquilhagem Dior
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel