Concurso elege o melhor jovem cozinheiro da região minhota

Estão em competição meia dúzia de jovens entre os 16 e os 26 anos.

O Minho Young Chef Awards (MYAC) está de volta à escola de hotelaria AESAcademy, em Vila Nova de Famalicão, para eleger um aspirante a chef que irá representar a região minhota num concurso internacional.

Até amanhã, uma dúzia de jovens entre os 16 e os 26 anos estarão a concurso nesta segunda edição. Os participantes serão desafiados a recriar pratos tradicionais em pouco mais de duas horas, utilizando apenas produtos endógenos do mar, rio ou da terra que não ultrapassem um custo de quatro euros.

A competição conta com a avaliação de chefs e especialistas regionais e nacionais. António Loureiro, estrela Michelin, é o presidente do júri, e Renato Cunha é o embaixador do concurso.

“Esta iniciativa é uma oportunidade para networking entre os alunos e as escolas da região que participam na mesma, bem como, uma oportunidade de aprenderem sobre a cultura gastronómica do Minho e os seus produtos endógenos”, afirma Rafael Oliveira, um dos responsáveis do evento, citado em comunicado. E realça: “Ao incentivar os jovens chefs a trabalharem e valorizarem a diversidade dos produtos endógenos e a diferenciação regional, esperamos inspirar futuros embaixadores da gastronomia e da cultura minhota”.

O vencedor irá representar o Minho no concurso internacional European Young Chef Awards, promovida pelo IGCAT na Ilha de Rodes na Grécia, nos dias 22 a 24 de Outubro. Já o segundo e terceiro lugares terão a oportunidade de frequentar uma formação em vinhos nas escolas, em parceria com a Adega Ponte da Barca.

O Minho Young Chef Awards é uma competição promovida pelo Consórcio Minho Inovação – que integra as três Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, Cávado e Ave -, pelo Instituto Internacional da Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo, e pela Plataforma das Regiões Gastronómicas.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Já é Natal lá fora… Conheça as primeiras campanhas
Automonitor
Belos e furiosos: 25 modelos para entender os anos 80 e 90