Como Poupar para Viajar?

Da gestão planeada ao crédito pessoal: como pode poupar para viajar

“Viajar é preciso”, diz o ditado. Contudo, os ditados dizem muitas coisas que em teoria parecem muito simples, mas na prática são mais difíceis de concretizar. É preciso lembrar, de forma muito objetiva, que para viajar é preciso dinheiro.

Seja qual for o destino, a época do ano, o meio de transporte ou o tipo de viagem – mais ou menos low cost – que se pretende realizar, será sempre preciso um certo grau de investimento.

Mesmo que se opte por pedir um crédito pessoal – solução que requere sempre fazer uma simulação de crédito pessoal – pensar em viagens, num futuro mais ou menos próximo, será sempre um bom pretexto para assinalarmos algumas dicas de poupança e gestão de dinheiro que ajudem os seus objetivos de conhecer novos destinos ou revisitar velhos lugares. Aliás, se a solução passar por pedir um crédito pessoal alguma organização financeira será sempre saudável – e até imperativa – de qualquer forma.

Como ponto de partida, deverá sempre fazer uma simulação de crédito pessoal para saber com o que contar nesse ponto. Mas há muito mais que pode fazer para gerir e poupar para a sua viagem. Saiba como nesta lista que preparámos para o ajudar a viajar mais sem grandes sacrifícios.

5 Dicas de Poupança para Viajar

1. Planear
Estabelecer um orçamento é muito importante para planear qualquer viagem. Para tal, será básico saber o valor dos bilhetes de avião ou outro meio de transporte, o custo do alojamento, o custo médio da alimentação, o custo dos transportes e de pontos culturais ou atracões turísticas que queira visitar – como é o caso de museus, por exemplo. Com esse planeamento feito e as contas detalhadas, deverá conseguir obter um valor tangível, tanto como objetivo de poupança, como para o caso de solicitar um crédito pessoal. Planear é, por isso, um passo fundamental antes de viajar.

2. Minimalismo
Libertar-se do que não precisa na sua vida tem a faculdade de libertar espaço físico e mental, mas também pode ser uma forma de ganhar algum dinheiro. Reúna alguns bens usados que considere dispensáveis e coloque-os para venda num site de venda de artigos usados. As negociações com os interessados nem sempre são fáceis, mas a paciência será uma preciosa aliada durante o processo e acabará por conseguir “despachar” o que precisa. Se mantém a mesma ideia, faça uma simulação de crédito pessoal depois de realizadas essas vendas.

3. Reduzir Gastos
Gastar o mínimo de dinheiro, poupando para a viagem, é fundamental. Mesmo que acabe por reforçar esse capital com um crédito pessoal, será um processo sempre relevante com ganhos evidentes para a sua vida. Pode poupar de inúmeras formas: reduzindo o número de refeições que faz fora de casa, cortando no consumo de álcool e tabaco – com óbvios benefícios para a sua saúde – e até diminuindo o uso do carro, privilegiando o uso de transportes ou até bicicleta. Poderá também reduzir outros gastos: por exemplo, precisa mesmo de centenas de canais de TV Cabo? Faça uma lista do que é dispensável na sua vida.

4. Dinheiro: Poupar, gerindo
Mesmo que tenha em mente pedir um crédito pessoal pode sempre aproveitar para aplicar uma política de gestão e poupança ao seu dinheiro. Pode, por exemplo, optar por programar uma poupança automática a partir da sua conta bancária. Por vezes, ter disponível dinheiro que efetivamente não precisa acaba por fazer com que o gaste em compras desnecessárias. Assim ficará reservado, podendo ser aplicado nos gastos da viagem. Em todo o caso, faça uma simulação de crédito pessoal para que tenha a noção de todos números à sua disposição. Para o efeito, use o simulador de crédito pessoal do Unibanco, um dos mais eficazes do mercado e onde poderá conhecer as possibilidades e vantagens do crédito pessoal.

5. Extras
Mesmo que trabalhe por conta de outrem pode sempre juntar a esse rendimento outro extra que permita ganhar mais dinheiro para poupar e juntar para as suas viagens. Pense em como aplicar as suas skills a um trabalho independente de prestação de serviços – como fotografia e escrita – ou opte por um trabalho no comércio onde pode fazer umas horas por dia. Pode também pensar num trabalho suplementar na área do turismo – um setor com cada vez mais serviços associados – e onde a sua paixão por viagens pode representar uma enorme mais valia para o seu empregador. Tendo mais rendimento disponível, fazer uma simulação de crédito pessoal para planear a sua viagem saberá sempre melhor.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
O Natal da Meo rima com Apple TV
Automonitor
Novo VW ID. Space Vizzion tem 560 km de autonomia