Cinco dicas para ir de férias sem arruinar o orçamento

Eis uma mão cheia de métodos fáceis para controlar os gastos.

Tem dificuldades em gerir o orçamento? Ir de férias nem sempre é sinónimo de custos avultados. É possível desfrutar daqueles dias fantásticos sem gastar mais do que o pretendido ou sacrificar o período mais esperado do ano.

Leia também: Férias à porta? 20 hotéis para onde pode levar o seu cão ou gato

A pensar nisso, o Doutor Finanças, empresa especializada em finanças pessoais e familiares, dá-lhe cinco dicas (de ouro) para divertir-se sem dar cabo das finanças. Tome nota:

1. Onde ficar

Procure um local menos turístico. Um destino com muita afluência na época de férias terá os preços quer dos alojamentos, como de outros serviços, inflacionados. Optar por um local menos concorrido permitirá automaticamente uma maior poupança ou retenção de custos.

2. As refeições

Definir refeições também é uma forma de poupar ou de não gastar mais do que o planeado. Fazer as próprias refeições em vez de ir ao restaurante e planear o número de vezes que se vai almoçar ou jantar fora permite reter custos. Utilizando o mesmo dinheiro para uma refeição no restaurante, é possível confeccionar mais do que uma refeição em casa. Deixar o cartão de crédito ou débito em casa, para não cair em tentações, e levantar apenas o dinheiro que vai necessitar para o dia é um bom truque para evitar deslizes.

3. O transporte

Se for sozinho, opte pelos transportes públicos; se vai viajar em família, o carro pode ser a solução mais indicada. Neste último caso, fazer contas ao que se vai gastar em combustível, verificar se tem alternativas viáveis à autoestrada, dividir o total de custos pelo número de pessoas e comparar com o que se iria gastar em transportes públicos, pode permitir gastar menos. Analisar as várias opções e compará-las é um exercício que pode melhorar a almofada financeira das férias.

4. Pesquisar e comparar

Escrever tudo num papel ou numa folha de Excel ajudará a ter a noção exacta de quanto e onde se vai gastar o orçamento para as férias. Para comparar preços poderá utilizar alguns websites, como por exemplo, o Airbnb ou o Hostelbookers, para alojamento. No que diz respeito à alimentação, poderá comparar preços no Tripadvisor ou no The Fork. Pode ainda utilizar o ViaMichelin para calcular o que se vai gastar em combustível e qual o melhor trajecto.

5. Definir um orçamento

Determine exactamente quanto pretende gastar e faça a pesquisa com base nesse valor. Esse planeamento é essencial para assegurar que não se vai despender mais do que o planeado.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
«Esperamos que o consumidor comece a valorizar os conteúdos pagos»
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado