Cansado da cidade? Recomendamos sete destinos naturais em Portugal

Cansado da cidade? Está a precisar de contactar com a natureza e respirar ar fresco? A momondo seleccionou sete locais em Portugal onde pode fazer precisamente isto, entre serras, ilhas, aldeias e praias. 

Aproveita o turismo rural na Serra da Freita para veres um por do sol maravilhoso.

Serra de Freita

Não será por acaso que lhe chamam a “Serra Encantada”. E é que a Serra da Freita é um lugar mágico, que oculta mil histórias, aldeias de xisto abandonadas, cascatas impressionantes e paisagens únicas, assim como importantes vestígios do passado em forma de rochas, com um património geológico cuja importância foi reconhecida pela UNESCO em 2009, com a classificação do Geoparque de Arouca como Património Geológico da Humanidade.

Entre os segredos que ocultam estas paisagens únicas no Norte de Portugal, que compreendem uma vasta zona que vai desde as terras de Arouca até aos municípios de São Pedro do Sul e Vale de Cambra, encontramos fenómenos tão fascinantes como as “Pedras Parideiras” de Castanheira, as trilobites gigantes de Canelas ou os icnofósseis de Cabanas Longas, junto ao rio Paiva.

Um rio muito apreciado pelos amantes do rafting e da canoagem que deu origem, junto às suas margens, a um dos itinerários mais belos para os adeptos das caminhadas em plena natureza. Com apenas 8 quilómetros de extensão e totalmente elaborados em madeira de forma a integrar-se em total harmonia com a paisagem quase virgem que os rodeia, os Passadiços do Paiva são a porta de entrada ideal para descobrir a beleza paisagística e natural da região de Arouca.

Umas das várias pistas que a Serra da Estrela tem para ti.

Serra da Estrela 

Mais de cem quilómetros mais a sul, encontramos a cidade de Seia, que é o ponto de partida ideal para descobrir o Parque Natural da Serra da Estrela. Além da famosa neve, há museus que pode visitar com a família. Se viaja com crianças, dedique pelo menos um dia a visitar os museus da cidade antes de lançar-se à aventura pelas montanhas desta zona do centro de Portugal.

Este é um dos destinos de eleição para fazer turismo rural em Portugal. O Museu do Pão, por exemplo, explica de forma divertida e didáctica como se produz este alimento tão básico em qualquer gastronomia. E no Museu do Brinquedo viajará seguramente a momentos especiais da infância, já que inclui uma enorme colecção de brinquedos nacionais, de diferentes épocas. E não se esqueça de passar pelo Centro de Interpretação, onde receberás informação sobre os melhores trajectos a percorrer na Serra da Estrela.

Já com todo o equipamento de montanha necessário e com o mapa ou o GPS na mão, aproveite a sua estadia nesta zona do país para fazer longas caminhadas a pé e descobrir alguns dos tesouros escondidos nos recantos melhor guardados desta serra. O Poço do Inferno, por exemplo, é uma cascata impressionante onde dificilmente se pode chegar de carro. E percorrer a Rota das Faias é como entrar num conto de fadas, principalmente se viajas durante o outono.

Para fazer esqui ou simplesmente observar a paisagem durante o dia, ou as estrelas durante a noite, sem dúvida o melhor lugar é a Torre da Serra da Estrela, localizada a 2000 metros de altitude. Afinal de contas é o ponto mais alto de Portugal.

O Forte de São João Baptista nas Berlengas.

Berlengas, Peniche

Para os que preferem relaxar ao nível do mar, mas longe do ruído das praias mais frequentadas, as Berlengas são o tesouro natural mais recomendável. Localizado à altura de Peniche, em pleno Atlântico, este pequeno arquipélago quase virgem foi uma das primeiras zonas do país a ser classificadas como área protegida.

O responsável por esta medida ecológica foi o rei Afonso V de Portugal, que decidiu proibir a pesca na principal praia das ilhas em 1465. Uma preocupação ambiental que se manteve ao longo dos séculos e que culminou com a denominação do arquipélago como Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO, em 2011.

Tudo isto contribuiu para manter praticamente intocadas estas três ilhas, que de dezembro a março nem sequer recebem turistas. Durante estes quatro meses, as ilhas da Berlenga Grande, Estelas e Farelhões apenas são habitadas por alguns vigilantes, que asseguram a proteção da fauna e flora locais. Durante o Verão, o número de visitantes também está controlado. E tudo para manter o equilíbrio ambiental destas ilhas, onde se encontram algumas das mais belas praias de Portugal.

A fantástica vista do Castelo de Marvão.

Marvão

Vamos agora em direcção à fronteira espanhola, percorrendo as longas planícies do Alentejo até chegar à pequena vila amuralhada de Marvão, no distrito de Portalegre. Chegámos a uma das vilas históricas mais belas para se fazer turismo rural em Portugal, com o seu casario branco, um castelo extremamente bem conservado e paisagens impressionantes, onde a natureza se impõe claramente frente às construções humanas, que são quase inexistentes numa extensão de vários quilómetros.

Caminhando pelas suas ruelas estreitas, no interior das muralhas e com o castelo sempre presente como ponto de referência, irás encontrando vestígios do passado, aqui e ali, e pequenas lojas de artesanato que te fazem parar e perder a noção do tempo. Além disso, a simpatia e hospitalidade dos alentejanos contribui para que as pausas sejam ainda mais longas. Sim, aqui o ritmo é outro.

E como quase sempre as temperaturas no Alentejo são mais altas que no resto do país, é praticamente impossível resistir a um mergulho nas águas de uma das praias fluviais, como a Praia Fluvial da Portagem, por exemplo, ou numa das cascatas existentes na região, nem sempre fáceis de encontrar.

Vila Nova de Milfontes... o que dizer?

Vila Nova de Milfontes

Vila Nova De Milfontes, no concelho de Odemira, é provavelmente uma das zonas com maior variedade de opções de alojamento de turismo rural no Alentejo. E isto porque o cenário envolvente convida a relaxar.

Enormes extensões de areia quase desertas, casas pitorescas com os típicos traços e cores do Alentejo, e panorâmicas trilhas de caminhadas ao longo da costa, com paisagens de tirar o fôlego, são apenas alguns dos aliciantes para visitar este zona do país.

Vila Nova de Milfontes oferece actividades para todos os gostos e com todos os elementos naturais. Se queres estar rodeado por água, podes passar horas deitado na praia ou aproveitar para assistir a uma aula de surf, paddle ou canoagem. Também pode dar longos passeios a pé, a cavalo ou em bicicleta e aproveitar para conhecer cada umas aldeias dos arredores.

Mas o elemento “ar” também está muito presente, sendo esta uma zona muito procurada pelos amantes do “birdwatching” ou da observação de aves, junto à foz do rio Mira ou no farol do cabo Sardão, por exemplo. Qual é o teu elemento? O turismo rural no Alentejo, em especial em Vila Nova de Milfontes, está bem preparado para ti.

As casinhas típicas de Santana na Madeira.

Santana

E se essas “palhoças” são uma das razões que mais gente atrai a esta zona da ilha, também deves saber que há muitos outros atractivos que te deveriam levar a visitá-la. E o melhor de tudo é que a maioria desses lugares não resultam de qualquer tipo de intervenção humana. São autênticas maravilhas naturais que te deixarão fascinado desde o primeiro instante.

A começar pela Levada do Caldeirão Verde, passando pela Reserva Natural da Rocha do Navio ou pelo Parque Florestal das Queimadas. Todos estes lugares oferecem paisagens de grande beleza natural e vão certamente deixar-te com dúvidas sobre se queres ou não regressar à cidade. A Madeira não deixa a desejar quando se toca a fazer turismo rural nesta parte do país.

Turismo Rural na Aldeia da Cuada, proporciona vistas deste tipo.

Aldeia da Cuada, Açores

A Aldeia da Cuada está na Fajã Grande, na Ilha das Flores, de cara voltada para o Atlântico, naquele que é considerado o ponto mais ocidental da Europa.

Esta pequena aldeia é um autêntico paraíso para os que procuram estar uns dias longe da civilização, caminhando a ritmo lento e rodeados pelo silêncio de uma povoação que não tem mais de sete casas em pedra e com um único andar. Um lugar onde o número de bovinos supera o número de humanos, e onde todos os produtos que encontras nos escassos restaurantes da ilha são originários dos pequenos produtores da zona.

 

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Cristiano Ronaldo promove curso que ensina a ser influenciador
Automonitor
Túnel do Marquês cortado no sentido Cascais-Lisboa devido a acidente