Antiga quinta do Douro vai renascer como hotel de luxo

As suas raízes encontram-se no séc. XII, quando monges da Ordem de Cister se estabeleceram nesta propriedade, localizada em Tabuaço.

A Quinta do Convento de São Pedro das Águias, uma das mais antigas do Douro, vai ser transformada num novo empreendimento vitivinícola e de enoturismo, com 25 quartos.

A propriedade, localizada em Tabuaço, no Vale do Távora, foi adquirida pelo cirurgião e enófilo alemão, Christoph Kranemann, fundador do Clearview Vision Institute. Nasce, assim, a Kranemann Wine Estates, um projecto de aposta nos vinhos DOC Douro, Vinho do Porto e enoturismo. O projecto irá criar, pelo menos, 50 emprego directos. 

O sonho começou a dar os primeiros passos em 2004, quando conheceu a sua mulher e passou a visitar Portugal com frequência, descobrindo os vinhos e as castas locais, iniciando-se na viticultura, através de uma pequena experiência familiar no Dão.

O investimento inicial ronda os 12 milhões de euros. Este valor será aplicado na recuperação do Convento de São Pedro das Águias e nos primeiros vinhos Quinta do Convento, tinto e branco, que acabam de ser lançados no mercado. Com o lançamento de dois Tawny, de 10 e 20 anos, chegam também os primeiros Kranemann Porto.

O enólogo Diogo Lopes assume a chefia do projecto, acompanhado pela consultoria de Anselmo Mendes, bem como da enóloga residente Maria Susete Melo.

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Marcas sem marca ganham força em 2020
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel