Aguardente MOSCA ressurge 30 anos depois

Trinta anos depois, a José Maria da Fonseca relança a Aguardente MOSCA, um ícone dos destilados criado em 1937.

Esta aguardente vínica ressurge com uma imagem renovada com o objetivo de voltar a ser uma referência.

Com estágio em cascos de madeira velha utilizados no envelhecimento do Moscatel, foram produzidos 4500 litros desta aguardente que revela aromas a caramelo.          

Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
5 minutos ou 1 hora? Quanto tempo passa a ler críticas online?
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel