A Forbes não tem dúvidas: “O Alentejo é a nova região a visitar”

A região dá cartas lá fora. Conheça as razões.

O ritmo vagaroso, os campos de trigo, os quilómetros de praias de areia branca quase desertas na Costa Oeste, as vilas com castelos e ruínas romanas, com colinas cobertas de sobreiros, oliveiras e vinhedos, são os motivos que levam a revista norte-americana Forbes a descrever o Alentejo como “a nova região a visitar em Portugal”.

Num artigo assinado por Laurie Werner, a publicação começa por destacar a Comporta, “muitos vezes comparada com a zona balnear dos Hamptons”, destino de férias de eleição do jet-set norte-americano. Mas, apesar de ser um “íman de celebridades”, como o estilista Christian Louboutin, que tem ali casa e se prepara para inaugurar dois hotéis boutique na zona de Melides, no próximo ano, “é mais moderado”, refere.

Leia também: Seis praias na Costa Alentejana de que nunca ouviu falar

Entretanto, na mesma região, acaba de abrir portas a Quinta da Comporta, junto à vila de Carvalhal. O projecto é do arquitecto Miguel Câncio Martins, que também assinou parte do projecto do Sublime Comporta, considerado o resort mais luxoso da região.

Em Évora, a revista recomenda visita às ruínas romanas do Templo de Diana, à “muito inquietante” capela dos ossos, ao Palácio Cadaval e, para comer, sugere o Fialho, “um clássico de décadas na cidade”.  

Passando para Estremoz, “conhecida pelo mármore que compreende grande parte da cidade, pelo castelo do século XIII no topo da colina, ruas estreitas ladeadas por laranjeiras e pela gastronomia”, sugere “vários bons restaurantes”. A Forbes recomenda uma visita à Mercearia Gadanha, um mercado que decorre todos os sábados. 

Para dormir, o artigo destaca a Casa Azimute, São Lourenço do Barrocal e a Herdade do Sobroso.

Ler Mais
Outras Notícias
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Pepsi Café está a chegar
Automonitor
Elétricos: Galp vai inaugurar primeiro ponto de carregamento em São Miguel